Conseg participa do 1º Simpósio da Violência de Maringá

Compreender e encontrar soluções para as causas da violência, que tanto preocupa a sociedade, é o que motivou o vereador Homero Marchese a organizar o 1º Simpósio da Violência de Maringá, que será realizado no dia 25 de setembro, às 19 horas, no auditório Dona Etelvina da Unicesumar. Por tratar-se de um tema amplo e complexo, duas questões nortearão o debate: o que gera a violência? Criminosos são vítimas da sociedade?

A mesa de discussão contará com a presença do presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Maringá (Conseg), coronel Antonio Tadeu Rodrigues; do vereador de São Paulo, Massataka Ota, que perdeu o filho em um crime em 1997; e do promotor de Justiça do Rio Grande do Sul, Leonardo Giardin de Souza, coautor do livro “Bandidolatria e Democidio”.

“Tenho percebido que as pessoas estão cada vez mais amedrontadas, então considerei relevante promover o evento”, afirma Marchese, que optou por trazer pessoas com visões distintas sobre a violência. “O vereador Ota, por exemplo, já fez campanha pela pena de morte, mas hoje defende o perdão. O promotor Leonardo Souza opta pela repressão e é crítico em relação à impunidade e frouxidão do sistema prisional”.

Para ponderar o debate, o coronel Rodrigues fará uso da experiência e do conhecimento adquiridos na segurança de Maringá. “São muitos os fatores que colaboram para a violência, mas devemos tomar cuidado para não cair nos extremos, ou seja, vitimizar ou hostilizar o criminoso. Além disso, temos discutido muito, atualmente, a situação prisional do Brasil, que está caótica e deixa o contexto de violência ainda mais tenso”, afirma o coronel Rodrigues.

A população está convidada a participar gratuitamente do evento. Para isso, basta fazer a inscrição pelo site www.simposiodaviolencia.com. Além do apoio do Conseg, o 1º Simpósio da Violência conta com o patrocínio da Unicesumar e da Cocamar.