Noroeste Garantias oferece menores juros para empréstimo

 O posto de combustíveis Minuano, em São Carlos do Ivaí, voltou a ser administrado pela família Hidalgo há pouco mais de dois anos. Em 2016, João Marcelo Malaquias Hidalgo decidiu comprar o empreendimento que no passado havia pertencido ao seu pai e por um período de quase dez anos ficou sob outra administração.

Porém, antes da reabertura, o posto precisou passar por uma boa reforma. “Gastei bastante com a obra e seis meses depois precisei de ajuda para melhorar o capital de giro”, conta o empresário.

A ajuda veio da Noroeste Garantias, de quem conseguiu aval para um empréstimo de R$ 100 mil no início do segundo semestre de 2017. “O dinheiro ajudou a equilibrar as contas”, diz. Ele conta que chegou a consultar outras instituições financeiras sobre as taxas de juros e as condições de pagamento, mas nenhuma apresentou condições tão favoráveis com a carta de crédito que a Noroeste Garantias ofereceu. “A taxa de juros ficou perto de 2% e vou pagar em 36 vezes, muito tranquilo”.

Carta de crédito

Entidade sem fins lucrativos, a Noroeste Garantias garante o pagamento do crédito, em caso de inadimplência, e com isso, os bancos oferecem juros menores, já que correm menos risco com a operação. O empreendedor precisa ter seu plano de negócios aprovado pela Noroeste, e com uma carta de crédito em mãos deve procurar uma instituição financeira conveniada.

Outra empreendedora beneficiada foi a confeiteira Maria Sonia dos Reis de Oliveira, de Paranavaí, que também chegou a consultar linhas de crédito em outras instituições, mas após a indicação da Associação de Microempresas do Noroeste do Paraná (Ampec Micropar), optou pela sociedade garantidora de crédito.

Ela contratou R$ 8 mil de empréstimo para comprar equipamentos para aumentar a produção de bolos e salgados da Sonia Bolos – empresa que tem há 12 anos – e terá 24 meses para pagar. “Foi sem dúvida um bom negócio”, comemora.

Para ter acesso ao crédito, o empreendedor deve procurar a Noroeste Garantias e apresentar um plano de negócios ou pedir ajuda para montar um. O plano será avaliado por um comitê e se aprovado, é emitida uma carta de crédito – em média 70% das solicitações são aprovadas. Com o documento em mãos, é só buscar uma das instituições financeiras parceiras. É preciso se filiar à Noroeste e pagar uma taxa que depende do porte da empresa, a partir de R$ 110. Mais informações pelo telefone (44) 3023-2283.

A Noroeste conta com agentes de crédito nas associações comerciais de Maringá, Umuarama, Mamborê, Ubiratã e Nova Esperança.