Nutricionista orienta sobre ingestão de chocolates

Com a Páscoa chegando é difícil resistir à tentação de comer chocolates, afinal, nesta época do ano eles estão para todos os lados, nos supermercados, nas vitrines, na televisão, enfim, por onde quer que se olhe lá estão eles, sempre atraentes.

Para passar a Páscoa de uma forma mais saudável e sem passar vontade, a nutricionista Larissa Troian, da Unimed Maringá, dá dicas da melhor forma de saborear os chocolates. “A primeira orientação é em relação à quantidade ingerida por dia. Mesmo que você tenha ganhado vários ovos de páscoa, é importante distribuir o consumo. O indicado é comer de 20 a 30 gramas por dia, o que equivale a três ou quatro quadradinhos de uma barra comum”, explica.

De acordo com Larissa, o problema de grande parte dos chocolates é o teor de açúcar. Por isso, para quem busca uma opção mais saudável, a dica é ficar atento à porcentagem de cacau. “Existem opções com 70% de cacau, além do chocolate amargo e o meio amargo. Como o cacau é antioxidante, ajuda a melhorar o colesterol”. Outra dica valiosa é evitar comer chocolates com muito açúcar perto das principais refeições, já que o açúcar prejudica a absorção do cálcio.

Agora uma má notícia para quem gosta de chocolate branco. De acordo com a nutricionista, essa opção nem deveria ser considerada chocolate, porque não é feita com o cacau, mas com a manteiga de cacau. “O que comumente encontramos nos supermercados na verdade não passa de gordura hidrogenada cheia de açúcar”, explica.

Por fim, passado o feriado, para quem não conseguiu levar as dicas ao pé da letra, é hora de correr atrás do prejuízo. “Seja no chocolate, na bebida ou comida, depois de alguns dias de excessos, é importante retomar uma alimentação equilibrada. A dica é comer frutas, beber ao menos dois litros de água por dia, comer de três em três horas e para quem gosta, é o momento ideal para fazer um suco detox”.