Quarenta pessoas receberam atendimento durante a Prova Rústica Tiradentes

Realizada no último domingo (22), a Prova Rústica Tiradentes recebe todos os anos apoio da Unimed Maringá: são disponibilizados socorristas e ambulâncias para casos de emergência, e neste ano, pela primeira vez, uma médica pediatra esteve à disposição para atender os atletas mirins.

No total, 30 crianças foram atendidas, sendo uma encaminhada para a UPA da Zona Norte por insolação. As demais tiveram problemas como fadiga muscular e falta de ar. De acordo com o coordenador de Urgência e Emergência da Unimed Maringá, Alcimar Moreira, a presença da pediatra contribuiu para que não houvessem mais casos encaminhados ao hospital. “Tendo uma especialista aqui no local facilita muito o trabalho, porque ela consegue resolver a situação de forma rápida”, diz. Entre os adultos foram dez atendimentos, todos causados por fadiga muscular. “A categoria principal correu em um horário mais favorável, logo pela manhã, por isso, não foi registrado nada mais grave”, diz.

A estrutura do atendimento da Unimed Maringá foi composta por dois médicos, uma pediatra, quatro enfermeiros, três ambulâncias, dez macas de atendimentos, cadeiras de roda, além de contar com o apoio de alunos de Fisioterapia e Enfermagem de duas instituições de ensino da cidade.

Esta foi a 44ª edição da Prova Rústica Tiradentes, que acontece todos os anos em comemoração ao Dia de Tiradentes. A corrida recebe atletas amadores e profissionais de todo o país. Este ano foram cerca de sete mil inscritos, entre adultos, jovens, adolescentes e crianças.