Noroeste Garantias ajuda na expansão de empresas em Ivaiporã

Empresários de Ivaiporã – distante 140 km de Maringá – contam com a Noroeste Garantias para fomentar seus negócios. Com ajuda da sociedade garantidora de crédito, dezenas de empreendedores buscam crédito com condições mais atraentes do que as geralmente apresentadas pelas instituições financeiras. É que a Noroeste avaliza os empréstimos das empresas e, assim, como as instituições financeiras correm menos risco com a operação, a taxa de juros do empréstimo é menor.

Uma das empresas que teve o projeto avalizado pela Noroeste Garantias é a Sanches Alimentos, que está no mercado há dez anos. O empresário Valdinei Sanches conseguiu crédito no valor de R$ 60 mil para dar início a uma nova linha de produção. “Por muito tempo trabalhamos apenas com legumes e mandioca, e planejávamos começar a produção de derivados e embutidos de carne. Com o crédito, foi possível viabilizar a instalação de câmara fria e fazer outros ajustes para começar o trabalho. Hoje estamos produzindo e distribuindo para várias cidades da região”, diz.

A Hawp Cervejaria também investiu na infraestrutura do estabelecimento graças ao apoio da Noroeste Garantias. Os sócios conseguiram R$ 100 mil para pagar parte do investimento e adquirir novas chopeiras.

De acordo com a agente de crédito Darlene Aparecida Pavan, o trabalho em Ivaiporã ainda está no início, mas deve estimular muito a economia local. “No primeiro mês já fizemos muitos atendimentos e estamos com boas expectativas de oferecer um serviço de qualidade e, ao mesmo tempo, contribuir para o desenvolvimento local”, diz. Em Ivaiporã a Noroeste Garantias tem convênio com a Associação Comercial da Cidade.

1,1 empreendedores beneficiados

Desde que foi fundada, em 2011, a Noroeste Garantias já emitiu mais de 1,1 mil cartas para empreendedores de 77 municípios do noroeste do Paraná. Só neste ano foram 250 cartas, com valor médio de R$ 39 mil, que somados chegam a quase R$ 10 milhões em operações.

Para ter acesso ao crédito, o empreendedor precisa apresentar um plano de negócios, que será analisado por uma comissão. Se o plano for aprovado, ele receberá uma carta de garantia e poderá escolher uma das instituições financeiras conveniadas (Sicredi, Sicoob, BRDE e Cresol), para contrair o crédito a uma taxa de juros a partir de 1,12%.