Codem estima contratação de 288 temporários até dezembro

Até o mês de dezembro, aproximadamente 288 empregos temporários devem ser criados em Maringá, conforme projeção divulgada pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem). O número leva em consideração as vagas abertas no período de setembro a dezembro deste ano e é superior ao dos últimos dois anos. No ano passado, 230 trabalhadores temporários foram contratados para suprir a demanda do movimento das festas de fim de ano. Em 2016, as contratações somaram 222.

De acordo com a economista Juliana Franco Afonso, diretora do Codem, a projeção evidencia uma melhora na expectativa dos empresários em relação às vendas em reflexo a recuperação da economia. “Apesar de Maringá não ter sentido tanto como outros municípios brasileiros, também sofreu com a crise politica e econômica da economia brasileira”, diz a economista.
O setor varejista deve absorver a maioria dessa mão de obra temporária na cidade. Lojas de vestuário e supermercados são, tradicionalmente, os que mais contratam trabalhadores temporários neste período e neste ano não deve ser diferente.

Ainda segundo Juliana, a expectativa é que o saldo anual do mercado de trabalho também feche positivo e superior ao do 2017, quando foram abertos 706 novos postos com carteira assinada. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), até agosto deste ano, Maringá contabilizava 2.433 novos empregos, saldo 41,3% maior ao de igual período em 2017, quando haviam sido abertos 1.722 vagas.