Mais da metade dos lojistas reforçará equipe para vendas de Natal

O clima de otimismo nas vendas impera entre os comerciantes maringaenses. É o que revela a pequisa feita pela Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM) junto a 130 empresários – o estudo foi conduzido entre 22 de outubro e 7 de novembro. Para 73% dos lojistas, as vendas serão maiores do que no ano passado, enquanto
que 20,7% esperam igual faturamento, 3% acreditam que vão faturar menos que no Natal de 2017 e o restante não sabe ou não tinha a empresa no ano passado.

O percentual de empresários que esperam vender mais neste Natal é maior do que o dos últimos quatro anos: 57% dos lojistas esperavam vender mais no Natal de 2017, no ano anterior o percentual foi de 39% e em 2015 os empresários que esperavam maior faturamento foi de 36%.

O clima de otimismo também vai repercutir na geração de empregos: é que 51% dos empresários devem contratar funcionários extras para o final do ano. Em 2017 esse percentual foi de 52%, em 2016 foi de 34% e em 2015 apenas 30% contratariam equipe extra. E do total de entrevistados, 52% estão programando promoção d
e preços para este período de vendas.

A pesquisa mostrou ainda que 29% dos comerciantes precisaram fazer demissões ao longo do ano e 15% recorreram a empréstimos para capital de giro. Neste ano o faturamento se manteve estável para 45% das empresas, diminuiu para 30% e aumentou para 16% – o restante deu outras respostas.

Sobre o projeto Maringá Encantada, 88% dos lojistas acham válido a cidade contar com um grande projeto cultural e artístico e 90% acreditam que isso pode incrementar as vendas de Natal.