“Janeiro Branco” alerta para cuidados com a saúde mental

No calendário da saúde, o primeiro mês do ano é um marco temporal estratégico para a reflexão, debate e desenvolvimento de ações em prol da saúde mental e do combate ao adoecimento emocional. É que acontece a campanha “Janeiro Branco”, que surgiu em Minas Gerais no ano de 2014.
De acordo com a psicóloga da Unimed Maringá Luciana Alves, campanhas dessa natureza são importantes para conscientizar sobre a importância do tema, já que as emoções interferem diretamente no bem-estar e qualidade de vida. “Além disso, é fundamental para desmistificar o preconceito que ainda existe entorno da psicoterapia”. 
A psicóloga explica que para cuidar da saúde mental, o autoconhecimento é a chave. “O primeiro passo é observar a si próprio, perceber os sentimentos, pensamentos e atitudes e procurar identificar as dificuldades que atrapalham o cotidiano e as relações sociais”. 
As formas de manter o equilíbrio emocional variam em cada pessoa, mas em geral atividades que apresentam bons resultados são psicoterapia, meditação, relaxamento, atividade física e alimentação saudável. “Esses são alguns dos recursos que podem ajudar a manter a mente saudável, mas se a pessoa perceber alterações no sono, apetite, vida social e humor (que podem causar sofrimento e alterar o desempenho nas atividades cotidianas), deve procurar ajuda de um profissional da psicologia”, alerta.