Seconci atende trabalhadores da construção em várias especialidades médicas

Os trabalhadores da construção civil podem fazer consultas médicas e odontológicos gratuitas. O atendimento é feito pelo Seconci-PR/Noroeste, que é o braço social do Sindsucon. O trabalhador tem acesso a clínico geral, dermatologista, oftalmologista, cardiologista, urologista, ortopedista, fisioterapeuta, psicólogo, ginecologista e dentistas. Para isso, é preciso agendar a consulta, que acontece inclusive após o expediente – não são feitos atendimentos de emergência.
    Apenas em 2018 foram realizados mais de 9,5 mil procedimentos, como consultas, exames laboratoriais e de imagem, eletrocardiograma e raio-x, tudo sem custo. Destes, cerca de um terço, ou seja, 3.140, foram na área odontológica. No total, ao longo do ano, na área da saúde, foram atendidos 1.312 colaboradores, de 187 construtoras de Maringá e da região noroeste do Paraná.
    O Seconci também realiza exames ocupacionais e demissionais sem custo: PPRA, PCMSO e PCMAT, que são exigidos aos trabalhadores da construção civil. E às empresas associadas são oferecidos os treinamentos da NR18 e NR35, que orientam sobre os controles e sistemas preventivos de segurança e medidas de proteção para o trabalho em altura. 
    “Os serviços médicos e odontológicos, bem como a medicina ocupacional contribuem de forma decisiva para a redução das faltas no trabalho e os índices de acidentes no canteiro de obras, gerando ganho de produtividade”, aponta o presidente do Seconci, Makihiro Matsubara. 
    No ano passado foram realizados quase 4 mil procedimentos, entre exames admissionais, demissionais, periódicos, de retorno ao trabalho, de mudança de função e complementares, treinamentos de normas regulamentadoras e programas de medicina do trabalho. Esse trabalho contemplou 2.137 colaboradores, de 48 empresas.
    Ao serem somados os serviços de consultas médica, psicológica, odontológica e de medicina do trabalho, o número chega a quase 13,5 mil atendimentos para trabalhadores de quase 200 empresas. “O Seconci realiza um trabalho imprescindível para o setor, oferecendo atendimento de saúde gratuitos, em clínicas bem equipadas e com excelentes profissionais”, reforça Matsubara.
    Na convenção coletiva da construção civil, o pagamento do Seconci a todos os funcionários é obrigatório. A construtora paga uma mensalidade para cada trabalhador registrado.