Sicredi União PR/SP apresenta projeto de energia limpa em evento da ONU

Sicredi União PR/SP apresenta projeto de energia limpa em evento da ONU
Sicredi União PR/SP apresenta projeto de energia limpa em evento da ONU

Três colaboradores da Sicredi União PR/SP representaram o Brasil nesta segunda-feira (dia 15), no Leaders Summit, um evento promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU), que contou com a participação de líderes mundiais para tratar sobre o desenvolvimento sustentável no cenário pós pandemia.

O objetivo da cooperativa é ter 100% energia limpa em toda sua estrutura, hoje apenas 11 das 108 agências contam com energia fotovoltaica, por isso, a proposta dos colaboradores apresentada no evento foi tornar a energia renovável uma moeda. Para isso, por meio de uma parceria com uma cooperativa de energia, a Sicredi financiaria a instalação de placas solares comerciais ou residenciais para seus associados. Após a instalação, o associado venderia o excedente da energia para a Sicredi e teria o valor correspondente descontado do financiamento. Ao encerrar os pagamentos, o associado ainda teria uma nova fonte de renda.

Com isso, segundo Gabriela Ottoboni, uma das representantes do projeto, o sistema atenderia os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) criados pela ONU, além de contribuir para a diversificação da matriz energética do país, promover o desenvolvimento de negócios locais e a intercooperação, já que o sistema engloba e impacta toda a cadeia de valor. “A experiência de participar do Leaders Summit foi transformadora e de muita responsabilidade, afinal representamos o Sistema Sicredi frente a líderes mundiais com um projeto de extrema relevância socioambiental”, diz.

O trio, composto também por Felipe Morgon e Ana Goffredo, teve cinco minutos para apresentar a ideia e em seguida responder três perguntas de avaliadores estrangeiros. “Fomos questionados sobre aspectos que já havíamos discutido como as formas de regulamentação e tarifas de energia do país, dessa forma, os apontamentos dos avaliadores serviram para validar nossa ideia, para vermos que ela realmente faz sentido e é possível de ser realizada”, afirma Morgon.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o evento, que seria realizado em Nova York, teve que ser pela internet. Além dos 350 colaboradores da Sicredi União PR/SP, outras 200 pessoas de diversas localidades acompanharam a apresentação online.

Sobre o projeto

O projeto ‘Energia Renovável como moeda’ começou a ser desenvolvido em outubro do ano passado na Sicredi União PR/SP e foi selecionado para participar do INOVA 2030, programa para Jovens Inovadores das empresas que integram a Rede Pacto Global.

Participaram do INOVA 2030, empresas como Nestlé, Natura, Americanas, CPFL, Novozymes, Votorantim, Embraco, WayCarbon, Caixa, Sodexo, Corbion, B3, Construtora Barbosa Melo, Solví e Granotec. Ao todo, mais de 300 projetos foram acelerados e a Sicredi União foi a única escolhida para representar o país no SGD Futures Lab no Leader Summit.