Pesquisa sobre impactos da pandemia começa nesta segunda

Uma pesquisa que terá início nesta segunda-feira vai ajudar a entender os impactos do coronavírus nos negócios em Maringá. Coordenado pelo Sebrae, o estudo faz parte do Plano de Retomada do Desenvolvimento Econômico e Social de Maringá, da prefeitura de Maringá, e composto por mais de 20 entidades, incluindo a Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM).

Segundo mapeamento, a cidade conta com cerca de 60 mil empresas de 33 segmentos, e o estudo deverá ter uma amostra de até 1.027, de diferentes portes, incluindo MEIs, e de todos os setores da atividade econômica. A pesquisa vai até o dia 17 e inclui questionamentos sobre impactos no faturamento, demissões, expectativas de retomada econômica, entre outros.

“É importante que as empresas selecionadas pela amostragem participem desse estudo que vai ajudar a direcionar as iniciativas para a retomada do desenvolvimento. Além disso, essas empresas vão contribuir para que as expectativas do seu setor tenham visibilidade, representação

e ajudarão na tomada das decisões que fomentarão as atividades”, conta o professor de Economia Alexandre Florindo Alves, que integra a equipe do plano de retomada.

A pesquisa será enviada de forma digital por e-mail e por Whatsapp pela ACIM, Codem, Sebrae e entidades setoriais. Já os resultados deverão ser apresentados ainda neste mês.